Novos:
Timo e suas emoções -- "Texto: Cristiane Rocha Há algum tempo venho me interessando pela enorme importância da ..." -- 05 Abril 2017
7 passos para lançar um produto com sucesso -- "Para começar, é preciso ter em mente que nenhum produto se vende sozinho. Toda empresa, ..." -- 12 Janeiro 2016
A beleza além do tempo -- "Texto: Cristiane Rocha   A beleza está nos olhos de quem vê". Essa frase hoje pode soar ..." -- 06 Janeiro 2017
A complexidade da Barreira Cutânea: Um olhar diferenciado! -- "Texto: Nathalie Souza A epiderme é a camada mais superficial da pele, formada por 4/5 ..." -- 14 Janeiro 2016
A importância da avaliação na estética -- "Texto: Cristiane Rocha. Atualmente, ouço relatos de pessoas  que se submetem a diversos ..." -- 10 Junho 2016
A importância dos cuidados pré e pós operatório -- "O ultrassom atua no tratamento de afecções cutâneas como também na prevenção de ..." -- 23 Agosto 2017
A melhor tecnologia para seu Centro de Estética melhora sua imagem -- "Da mesma forma que é importante que seu negócio de estética esteja na vanguarda quando o ..." -- 12 Janeiro 2016
A Saga de um Melasma. -- "Texto: Bárbara Vieira. Quando falamos de hipercromias faciais, nada mais “assustador” ..." -- 16 Janeiro 2016
A sensibilidade dos melanócitos e as discromias -- "Texto: Nathalie Souza Os melanócitos são células presentes no nosso corpo, onde sua ..." -- 14 Janeiro 2016
A sinergia entre antioxidantes -- "Texto: Cristiane Rocha. Alguns fatores como estresse, radiação ultravioleta, cigarro, ..." -- 15 Janeiro 2016

Texto: Nathalie Souza

Os melanócitos são células presentes no nosso corpo, onde sua grande maioria fica localizada na camada basal da epiderme. Sua estrutura se apresenta com um corpo celular globuloso de onde se destacam prolongamentos de citoplasma, múltiplos, chamados de dendritos, os quais se situam entre os queratinócitos da camada basal até a terceira camada da epiderme, a camada granulosa. A função, dos melanócitos, é produzir a melanina, substância responsável pela coloração, através de um processo chamado melanogênese.

A tirosinase, enzima que controla a síntese de melanina acelerando as reações químicas, é inicialmente produzida na superfície do retículo endoplasmático rugoso, e é transferida e armazenada no complexo de golgi, um pré-melanossoma liberado do complexo de golgi une-se com a vesícula para formar o melanossoma, que é onde a melanina é armazenada após sua produção. Nos melanossomas, a tirosinase converte a tirosina em eumelanina (pigmentos marrons ou negros) e feumelanina (pigmentos amarelos ou vermelho-marrom). Através dos dendritos, os melanócitos, transferem os melanossoma para os queratinócitos, um melanócito se encarrega de 36 queratinócitos, que lhes estão associados.

O papel fisiológico da melanina, é promover a cor da pele e a fotoproteção. Após a irradiação, os melanossomas se reagrupam em torno do núcleo e protegem, assim o material genético dos queratinócitos, como filtro solar a melanina difrata ou reflete a radiação UV.

Porém, essa nossa célula é muito sensível e estimulada muito facilmente. Entre os diversos estímulos, destacam-se: tratamentos ou distúrbios hormonais, ação dos raios UV, envelhecimento, gravidez, predisposição genética. Quando essa estimulação acontece, é desencadeado todo o processo explicado acima, podendo ocorrer a alteração na pigmentação natural da pele, as chamadas discromias, se dividindo em hipocromia, pigmento abaixo da normalidade ou acrômicas que é ausência de cor, e hipercromia, produção excessiva de pigmento.

Na estética, tratamos hipercromias, que de acordo com os fatores desencadeantes, recebem sua classificação: 

- Queratose actínica: Exposição ao sol ao longo da vida, aparecerá com o tempo.

- Melasma: Fatores hormonais e radiações UV.

- Hipercromia pós-inflamatória: Manchas oriundas de agressões como inflamação ou queimaduras.

- Fitofotodermatose: Causada por bijuterias, substâncias como perfumes ou alguns ácidos de frutas e radiações UV.

- Entre outras...

Como a maioria das hipercromias é causada pela interação de algum fator, seja hormonal, ácidos de frutas, perfume, entre outros, com a radiação ultravioleta ou até a própria RUV sozinha em excesso, vamos usar protetor solar e reaplica-lo sempre ao longo do dia, evitar muita exposição ao sol, prevenindo assim o surgimento das discromias.  

Lembrem-se que os melanócitos não precisam de muito para serem estimulados, por isso o melhor tratamento para as discromias é a prevenção. 

 

Mais Vistos

10.11.2016

Câmara aprova

O Plenário aprovou nesta quinta-feira (10)

+ View

18.01.2016

NÃO !!! A gordura não

Texto: Ana Cláudia Segatto A gordura que temos

+ View

21.04.2016

Limpeza de Pele

 Por : Jefferson Assandre Indicação: peles com

+ View

14.01.2016

PROTOCOLO limpeza de

   1. Aplicar Sabonete Líquido com propriedades

+ View

22.01.2016

Criolipólise: O que

Texto: Nathalie Souza. A criolipólise é uma

+ View

25.10.2016

Esqueça o efeito

Os resultados proporcionados pela tecnologia são

+ View

Most Popular

A Saga de um Melasma.

Texto: Bárbara Vieira. Quando falamos de ...

+ View

A sensibilidade dos ...

Texto: Nathalie Souza Os melanócitos são células ...

+ View

A sinergia entre ...

Texto: Cristiane Rocha. Alguns fatores como ...

+ View

CURSO

Concept: Whats: (71) 99920 4005 Telefone fixo:(71) 3051-1317

Gestão & Marketing

Você sabe e está ...

Texto: Yasmim Botelho  Você já se viu fazendo ...

Kit Portal Esteticistas

CONFIRA O CONTEÚDO DO KIT: Um E-book da autora ...

Como a tecnologia ajuda ...

  Todos nós sabemos que a tecnologia pode e ...

Use avaliações positivas ...

  É fato: as pessoas acreditam mais ...

  • Prev
  • Colunistas
Template Settings
Select color sample for all parameters
Red Green Olive Sienna Teal Dark_blue
Background Color
Text Color
Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction
Scroll to top