доступная компьютерная помощь
Винница

Texto: Bárbara Vieira.

Quando falamos de hipercromias faciais, nada mais “assustador” que o melasma! Isso, porque trata-se de um tipo de mancha que NÃO TEM CURA. Aí, me perguntam: “Mas como assim?? Não tem nada que possa ser feito? Vou ter que ficar com o rosto manchado pra sempre??”... Calma que também não é bem assim!

 Melasma de fato, é um tipo de hipercromia que não tem cura, mas é possível controlá-lo e amenizá-lo bastante, com tratamentos estéticos e, cuidados diários de home care, é claro!!

Os protocolos realizados em consultório, são de extrema importância, mas se não tiver essa parceria da cliente, em se comprometer com o tratamento e seguir à risca todas as indicações e orientações do profissional, de nada vai adiantar. A mancha, vai amenizar, melhorar o aspecto, mas sem o devido controle e manutenção, é fato que ela vai voltar rapidamente, e ainda correr o risco de piorar!

 Para esse tipo de problema estético, o mais indicado, são os procedimentos menos agressivos. Gosto muito dos resultados do peeling químico para esses casos, associar com ativos despigmentantes e que atuem controlando a síntese de melanina. Além disso, devemos passar longe dos peelings de cristal ou diamante, por exemplo. Para esses casos, microdermoabrasão, nem pensar!

 

Entenda o porque: A melanina é um agente de proteção dos queratinócitos presentes na nossa pele.

No caso do melasma, essa 'proteção' é produzida desordenadamente. Quando fazemos o peelings mecânicos (microdermoabrasão), é como um processo de "lixamento" dessa pele. E o que acontece quando os melanócitos 'descontrolados' percebem que a pele sofreu uma agressão??? Isso mesmo, por 'achar' que precisa proteger aquele local da exposição causada, acaba mandando ainda mais melanina pra lá, e o resultado disso, é a mancha de volta, e possivelmente ainda maior e mais escura. Por esse motivo tratamos melasma da maneira menos agressiva possível, para evitar esse efeito rebote.

 

Alguns itens importantes no combate ao melasma:

 

- Fotoproteção, tem que ser diária e constante.

- Quanto menos exposição solar, melhor!

- O uso de produtos com ativos despigmentantes no home care, também é muito bem vindo.

Ah! Outro detalhe muito importante: Devemos sempre conversar francamente com nossas clientes e explicarmos que melasma é complicado de tratar mesmo, e precisa de comprometimento. Sempre digo à minhas clientes que o sucesso desse tratamento requer paciência, persistência e disciplina; e que tem que ter 'manutenção eterna' porque senão, ele volta com tudo!!

Não dá par prometer milagres, mas com essa relação de parceria, conseguimos ótimos resultados, e clientes satisfeitas com autoestima elevada!

 

куда поехать отдохнуть
развитие ресторанного бизнеса