Novos:
A gordura NÃO sai na Urina !!! -- "Texto: Cristiane  Rocha Para abordar os processos metabólicos de lipólise é necessário ..." -- 18 Janeiro 2016
Timo e suas emoções -- "Texto: Cristiane Rocha Há algum tempo venho me interessando pela enorme importância da ..." -- 05 Abril 2017
5 dicas para atrair CLIENTES -- "Texto: Yasmim Botelho A “lei da atração”, você já ouviu falar? Ela já existe há muitos ..." -- 24 Outubro 2017
7 passos para lançar um produto com sucesso -- "Para começar, é preciso ter em mente que nenhum produto se vende sozinho. Toda empresa, ..." -- 12 Janeiro 2016
A beleza além do tempo -- "Texto: Cristiane Rocha   A beleza está nos olhos de quem vê". Essa frase hoje pode soar ..." -- 06 Janeiro 2017
A complexidade da Barreira Cutânea: Um olhar diferenciado! -- "Texto: Nathalie Souza A epiderme é a camada mais superficial da pele, formada por 4/5 ..." -- 14 Janeiro 2016
A importância da avaliação na estética -- "Texto: Cristiane Rocha. Atualmente, ouço relatos de pessoas  que se submetem a diversos ..." -- 10 Junho 2016
A importância dos cuidados pré e pós operatório -- "O ultrassom atua no tratamento de afecções cutâneas como também na prevenção de ..." -- 23 Agosto 2017
A melhor tecnologia para seu Centro de Estética melhora sua imagem -- "Da mesma forma que é importante que seu negócio de estética esteja na vanguarda quando o ..." -- 12 Janeiro 2016
A prof.ª Cristiane Rocha foi nomeada curadora do FEAV - Fórum Estética Avançada. -- "A prof.ª Cristiane Rocha foi nomeada curadora do FEAV - Fórum Estética Avançada.  O ..." -- 07 Setembro 2018

A rosácea é uma doença crônica que atinge dezenas de milhões de pessoas em todo o mundo. É mais freqüente em mulheres adultas, mas pode atingir ambos os sexos e qualquer faixa etária.

Os sintomas costumam se manifestar após os 30 anos como uma pequena vermelhidão nas bochechas, nariz, queixo ou testa que se acentua ou regride de tempos em tempos. Em alguns casos a rosácea pode atingir orelhas, couro cabeludo e as costas.

Com o passar do tempo, a vermelhidão poder tende a se tornar mais intensa e outros sintomas podem aparecer, como espinhas e olhos lacrimejantes ou avermelhados. Em casos mais graves pode se desenvolver uma condição chamada rinofima, que em alguns casos leva a desfiguração do nariz, geralmente nos homens, que demoram mais tempo para procurar um tratamento em via de regra.

As causas
Ainda não se sabe com certeza o que causa a rosácea, mas alguns estudos levantam teorias que aguardam comprovação. Eles supõe que a rosácea pode ser causada por ácaros e bactérias presentes na pele, fatores psicológicos, problemas circulatórios ou ser uma resposta alérgica anormal determinada pela genética.

Mesmo que as causas ainda não tenham sido esclarecidas, os pacientes relatam fatores que desencadeiam a piora da doença.

Os “gatilhos”

Certas condutas ou situações pioram a condição da pessoa que tem rosácea. Também não se entende ainda por que isso acontece, mas evitar os fatores desencadeantes é uma forma de aliviar os sintomas da doença.

A rosácea é contagiosa?
Não. A rosácea não é considerada uma doença infecciosa. Até o momento, não há dados que mostrem que a doença possa ser transmitida pelo ar ou pelo contato próximo.

Como saber se eu tenho rosácea?
O diagnóstico deve ser feito por um dermatologista baseado nos sintomas característicos da doença.

Não há nenhum tipo de teste clínico que possa ser feito, a não ser para eliminar a possibilidade de outras afecções da pele.

Se você desconfia que tem rosácea, é esperado que tenha algum destes sintomas primários da doença:

- Vermelhidão persistente
É um dos principais indícios da doença. A vermelhidão pode ser simétrica, nos dois lados do rosto, ou não. Manifesta-se com intensidade diferente em cada pessoa, mas, na maioria dos casos, se assemelha a uma queimadura solar.

- Espinhas
São semelhantes às causadas por acne, mas não há presença de comedões (cravos) nem de cistos.
É importante lembrar que a pessoa que tem rosácea pode ter cravos e cistos, mas, neste caso, ela está lidando com duas doenças diferentes (acne e rosácea) que exigem tratamentos distintos, ocasionalmente complementares.

- Telangiectasias (vasinhos)
É um sintoma comum o aparecimento de vasinhos visíveis, principalmente na regiãos dos olhos e ao redor do nariz. 

A rosácea também podem se expressar outros sintomas nem sempre presentes em todos os casos:

  • Irritação dos olhos
  • Sensação de queimação
  • Aparência ressecada da pele
  • Inchaço
  • Formação de escamas
  • Rinofima

Como tratar a rosácea?
Por ser uma doença crônica, a rosácea não tem cura, contudo, existem medicamentos usados para tratar os sintomas.

Geralmente são usados antibióticos e remédios tópicos (pomadas, cremes ou loções aplicados diretamente na pele) no início do tratamento para evitar a piora e controlar a doença. Em seguida, um tratamento de manutenção é prescrito e o uso dos antibióticos, na maioria das vezes, suspenso.
Não se sabe precisamente a função deles (os antibióticos) na remissão dos sintomas, mas acredita-se que o seu efeito antiinflamatório esteja seja o responsável pela melhora, já que a rosácea não é comprovadamente desencadeada por nenhum tipo de infecção.
Para amenizar os vasinhos, podem ser usados luz pulsada, injeções ou pequenos procedimentos cirúrgicos. Há ainda meios de corrigir o desenvolvimento do rinofima e de vermelhidões muito extensas definidos pelo dermatologista ou cirurgião plástico.

De toda forma, é preciso manter expectativas sensatas e saber que a prevenção é sempre a melhor opção.

É impossível prever a ocorrência de Rosácea (embora se saiba que ela seja mais comum em indivíduos descendentes de irlandeses, inglesses, escoceses, escandinavos e alemães). Portanto, é importante procurar um dermatologista assim que forem notados sintomas substanciais que indiquem o início da doença.

Em alguns casos é possível identificar a pré-rosácea, um conjunto de indícios que demonstra um primeiro estágio da rosácea. Neste caso, é possível evitar o estilo de vida e os fatores ambientais que agravam a condição, impedindo o seu desenvolvimento pleno.

Quanto mais cedo for iniciado o tratamento apropriado, menores serão os impactos estéticos.

Fonte:http://versusacne.info

Mais Vistos

10.11.2016

Câmara aprova

O Plenário aprovou nesta quinta-feira (10)

+ View

21.04.2016

Limpeza de Pele

 Por : Jefferson Assandre Indicação: peles com

+ View

18.01.2016

A gordura NÃO sai na

Texto: Cristiane  Rocha Para abordar os

+ View

12.01.2016

Peeling Químico

Realizados com ativos em baixas concentrações, os

+ View

13.01.2016

Princípios ativos -

 HIGIENIZANTES   .Pele Normal (Eudérmica) ou

+ View

14.01.2016

PROTOCOLO limpeza de

   1. Aplicar Sabonete Líquido com propriedades

+ View

Most Popular

A Saga de um Melasma.

Texto: Bárbara Vieira. Quando falamos de ...

+ View

A sensibilidade dos ...

Texto: Nathalie Souza Os melanócitos são células ...

+ View

A sinergia entre ...

Texto: Cristiane Rocha. Alguns fatores como ...

+ View

Gestão & Marketing

Definindo preço na ...

Texto: Leandro de Jesus Em um negócio que visa ...

5 dicas para atrair ...

Texto: Yasmim Botelho A “lei da atração”, você ...

Você sabe e está ...

Texto: Yasmim Botelho  Você já se viu fazendo ...

Kit Portal Esteticistas

CONFIRA O CONTEÚDO DO KIT: Um E-book da autora ...

  • Prev
  • Colunistas
Template Settings
Select color sample for all parameters
Red Green Olive Sienna Teal Dark_blue
Background Color
Text Color
Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction
Scroll to top